Tiozinho fofo que mudou a minha vida.

Tiozinho fofo que mudou a minha vida.

Abordagem nutricional criada pelo cardiologista americano Robert Atkins, que publicou em 1972 o best seller A Dieta Revolucionária do Dr Atkins. Consiste de 4 fases:

Indução, que é a fase onde perde-se mais peso restringindo a ingestão de carboidratos a no máximo 20 gramas por dia, por um período mínimo de 14 dias que pode ser estendido caso se tenha muito peso para perder;

Perda contínua de peso, onde vai-se incorporando alguns tipos de carbos (primeiro, mais vegetais) de 5 em 5 gramas para ver como a balança reage. Adicione 5 gramas, coma essa quantidade de carboidratos diariamente durante algumas semanas, e vá adicionando mais de 5 em 5 gramas. Essa fase dura até faltar 10 quilos para o seu peso alvo;

Pré-Manutenção, onde deve-se seguir aumentando a ingestão de carboidratos em 5 gramas, até encontrar a quantidade de carboidratos ideal para você comer diariamente sem ganhar peso. Fique nessa fase até faltarem de 3 a 5 quilos para o seu objetivo;

Manutenção, é a fase que dura para o resto da vida, onde é possível inserir alimentos mais ricos em carboidratos (como arroz, batata, feijões, frutas) em quantidades controladas (dentro do limite diário que você descobriu na pré-manutenção).

Me lembro vagamente de ter ouvido falar em Atkins há uns dez anos atrás, quando a dieta teve uma onda de popularidade no Brasil, porém o que chegou até mim foi uma versão distorcida de que Atkins trata-se de uma dieta baseada no alto consumo de carnes gordurosas, visão que segue sendo propagada em muitos sites em português. Também vejo muito falarem da dieta como se ela consistisse apenas da fase da Indução.

Já contei aqui do momento em que conheci Atkins de verdade, e da experiência transformadora que a dieta representou para mim. Atkins foi a minha porta de entrada para a ingestão controlada de carboidratos, embora eu não tenha seguido todas as fases à risca. Dentro dos conceitos e com base nas tabelas do livro, fui fazendo da maneira que mais fazia sentido para o meu estilo de vida e paladar.

Depois da morte do Atkins em 2003, a dieta perdeu popularidade e a Atkins Nutrionals, empresa criada por ele, perdeu espaço até ser vendida. Hoje ganha dinheiro nos Estados Unidos com a venda de produtos low carb como refeições congeladas, barras doces e mais recentemente confeitos. No fim das contas tudo porcaria industrializada, que vai um pouco contra o que o velho Atkins recomenda no livro original, que é a ingestão restrita de alimentos industrializados.

“A dieta Atkins (…) contêm na sua forma mais liberal e sustentadora de vida a maioria das hortaliças, nozes e sementes, alguns cereais e amidos à medida que seu metabolismo aceita, além de frutas ocasionais. Contém também uma suntuosa variedade de alimentos ricos em proteínas e alguns de alto teor de gordura, como manteiga e creme de leite, que seriam riscados de todas as dietas correntes.”

Quer fazer Atkins? Não vá muito pelo que é dito nos sites em português, porque tem pouca coisa de baixa qualidade. O melhor é ler o livro, porém atualmente não existe uma versão em português à venda nas livrarias, mas é possível baixa-lo em português nesse link.

Super recomendo solicitarem acesso ao grupo ATKINS FLEX no Facebook, que adoro e acompanho bastante. Tem um monte de gente que já faz Atkins há tempos e outros começando, tirando dúvidas e trocando dicas.

A minha maneira de fazer Atkins me fez perder 30 quilos em um ano, mas não fiz as fases certinho conforme o livro fala, simplesmente cortei carbos comendo toda a salada que queria.

Tweet about this on TwitterShare on FacebookEmail this to someoneCompartilhe!

SEU EBOOK DE RECEITAS GRÁTIS!

 
Cadastre-se GRÁTIS para receber por email um minicurso sobre Low Carb 
e também um ebook de receitas para emagrecer!

Obrigada por se cadastrar!

Pin It on Pinterest

Share This