Kombucha é low carb? Bem, para te responder isso preciso explicar um pouco sobre o que é a kombucha.

Originária da China em cerca de 221 a.C., a kombucha é uma bebida probiótica (regula flora intestinal) à base de chá preto ou chá verde.

Assim como o kefir, a fermentação desse chá ocorre através de um conjunto de mais de 30 bactérias e leveduras!

No caso do kombucha, são conhecidas como scoby (comunidade simbiótica de bactérias e leveduras, ou em inglês: symbiotic culture of bacteria and yeast).

Veja aqui sobre o Kefir na dieta Low Carb

Kombucha é low carb?

O scoby, em contato com o chá preto ou verde adoçado com açúcar branco, passa a se alimentar deste carboidrato e gera a fermentação desejada. Como a colônia de bactérias consome o açúcar do chá, o resultado final – o kombucha – é low carb.

Entre os diversos benefícios do consumo dessa bebida estão o auxílio no sistema digestivo através dos antioxidantes presentes no chá fermentado, assim como a preservação do colágeno através de uma substância gerada na fermentação chamada glucosamina.

Kombucha tira do jejum intermitente? Sim, ele tira. Como não há como saber se o scoby consumiu todo o açúcar do seu kombucha caseiro, ou mesmo dos engarrafados que encontramos prontos por aí, há resquícios calóricos nesta bebida.

Conforme explico melhor aqui, qualquer bebida calórica faz com que não fiquemos mais em jejum.

garrafa de kombucha vendida em mercados e lojas

Onde encontro o kombucha?

Esta bebida fermentada é encontrada pronta em comércios, já com a adição de ingredientes como limão, gengibre e afins.

Para quem prefere fazer o chá em casa, é necessário buscar por alguém ou um grupo que realize doações de scobys na sua cidade.

Assim como o kefir, o scoby ao fermentar o chá e criar o kombucha, se desenvolve e cria “mudas”. São elas que são doadas para novas pessoas.

A colônia do scoby é parecida com uma panqueca, é redonda e meio transparente. Normalmente o seu “filhote” fica por baixo do scobi inicial quando há a duplicação da colônia.

Para doar, deixe 100ml do chá em que ele foi criado junto com ele em um recipiente de vidro fechado com voal ou pano de algodão e elástico.

kombucha sendo preparado

Kombucha é Low Carb?

Não se preocupe, te ensino a fazer esse chá fermentado aqui:

Ingredientes

Scoby com 100ml do chá que veio com ele
1L de água quente
Chá preto ou verde
Açúcar branco a gosto

Utensílios para o preparo

Vidro com torneira que comporte 1L ou mais para a fermentação
Panela ou leiteira de inox para fazer o chá
Talheres de plástico ou madeira para mexer/transportar o scoby (opcional, caso faça como eu e utilize as próprias mãos)
Garrafa pet esterilizada para colocar o kombucha pronto
Peneira de plástico ou inox

Kombucha é Low Carb? Passo a passo

Adicionar o chá preto ou verde na água quente, incluindo o açúcar branco (na quantidade que normalmente você adoçaria ele) e misturar

Deixar o chá esfriar e passar o mesmo para um recipiente de vidro com a boca larga, usando a peneira para retirar qualquer vestígio do chá

Após esfriar, adicionar ao chá o scoby com as mãos esterilizadas*, fechando o bocal do recipiente com um voal ou pano de algodão e usando um elástico para manter o pano no lugar, para que haja oxigenação da bebida
Mantenha em local arejado e protegido do sol de 5 a 15 dias, vá provando o chá a cada dia fermentado (após os primeiros 2 dias) para ver se ele está bom (nem muito doce, nem muito azedo)

Atenção

Caso sinta um sabor muito acético (sabor de vinagre), dispense 90% do chá e comece o processo do início com os 100ml de chá junto ao scoby

Assim que estiver pronto, repasse o chá fermentado para uma garrafa pet que seja bem vedada (para que o gás da fermentação não se perca), deixando cerca de 100ml junto ao scoby para nova fermentação

Espere o recipiente pegar pressão e, só depois, o coloque na geladeira

Consuma o kombucha em até 10 dias, mantendo refrigerado

Repita o passo a passo ou, caso queira parar a produção, adicione mais 500ml de chá adoçado em temperatura ambiente e mantenha por até 2 meses o scoby junto ao chá em local fresco e escuro

Caso queira adicionar limão, canela ou cravo, frutas vermelhas ou outro ingrediente low carb ao chá já fermentado, não há problemas
Tenha cuidado ao abrir a garrafa com o kombucha pronto, a pressão do gás é grande, então abra aos poucos

Atenção 2

Assim como o kefir, o uso de colheres que não sejam de plástico, madeira ou inox são proibidas. Como se trata de uma colônia de bactérias, não me sinto muito segura para utilizar qualquer um desses meios que podem acabar contaminando o scoby, por isso prefiro lavar bem as mãos e utilizar elas para passar ele de um recipiente para outro.

três garrafas cheias de kombucha

Algumas pessoas esperam de 1 a 2 dias para passar o kombucha da garrafa pet para uma de vidro, pelo risco da mesma explodir com a pressão inicial da bebida (por isso indico a garrafa pet como local final da sua produção).

Vi muitas pessoas falando sobre usar outros tipos de açúcar para a fermentação do kombucha, mas acredito que o açúcar branco seja a melhor fonte de carboidratos pura para alimentar o scobi e auxiliar na fermentação da bebida.

O mesmo vale para sucos, frutas e demais ingredientes (especiarias): deixe para adicioná-los depois que transferir o kombucha para outro recipiente, assim você mantém a produção do seu scoby limpa.

Diferente da muda de kefir, o scoby não deve ser congelado, caso queira manter a produção parada por um tempo, faça como indiquei no passo a passo para fazer o kombucha.

Como o chá fica com gás, dá até para fazer alguns drinks alcoólicos refrescantes com ele, adicionando vodka ou outra bebida alcoólica low carb.

kombucha em taça com laranja

Outra forma de consumir o kombucha é adicionando parte dele à um smoothie, seja ele de frutas vermelhas, abacate ou outra fruta low carb.

Quem não deve tomar kombucha?

Ainda que a produção do kombucha pelos scobys não passe de 1% de álcool em seu produto final, essa bebida não é aconselhada para quem trata alcoolismo ou têm problemas de fígado. Ela também é contraindicada para grávidas e mulheres em período de amamentação, pois o kombucha age como laxante para o bebê (que consome resquícios da bebida através do leite materno) e contêm substâncias anticoagulantes.

Como saber se meu scoby morreu? Se sua colônia estiver com cores e texturas parecidas com as do mofo, se desfaça da sua muda e procure outra doação, a possibilidade de uma intoxicação alimentar do kombucha produzido por ela será imensa!

Cuidado com o uso de metais de todos os tipos! Os metais contaminam o scoby e estragam a produção do kombucha, mantenha o uso de qualquer utensílio ou recipiente de metal longe da sua fermentação.

Gostou das informações e dicas? Tem mais alguma dúvida sobre o uso e preparo do kombucha na dieta low carb? Me fala nos comentários!